1. O Pós Doutorado em Administração do CEPEAD/UFMG deverá ser conduzido em estrita consonância com as linhas de pesquisa existentes e atendendo às Normas Gerais de Pós-Graduação da UFMG e ao Regulamento do CEPEAD.
  2. A duração do programa é de seis meses a um ano, podendo haver prorrogações devidamente autorizadas pelo Colegiado do CEPEAD dentro do limite máximo de 24 meses.
  3. Os Professores deverão possuir o título mínimo de Doutor obtido há pelo menos 5 anos a contar da data do julgamento dos pedidos. Os Professores serão responsáveis pela administração das atividades do projeto de pesquisa de Pós-Doutorandos e deverão emitir parecer sobre o seu relatório final, a ser submetido ao Colegiado do CEPEAD imediatamente no me seguinte ao término do programa.
  4. O desenvolvimento do programa não significará qualquer vínculo empregatício com a UFMG, devendo, mesmo assim, os candidatos aceitar desenvolver o trabalho em tempo integral dedicado à pesquisa. Proposta.
  5. Os pós-doutorandos serão responsáveis, em conjunto com o Professor, doravante denominado Professor Tutor, pelo desenvolvimento do programa de pesquisa, comprometendo-se a apresentar além do relatório final, dois seminários aos alunos de mestrado e/u doutorado perfazendo 30 horas, além de incluir o nome do CEPEAD em toda a publicação científica que resultar da pesquisa desenvolvida.

Período de Inscrição: fluxo contínuo, de acordo com a disponibilidade e aprovação do Colegiado de CEPEAD.

Documentação Exigida do candidato que deverá ser entregue no ato de sua Inscrição

  1. Carta ao Colegiado do CEPEAD manifestando interesse em desenvolver estudos de pós-doutorado indicando qual a linha de , professor responsável e o respectivo núcleo de pesquisa que pretende atuar. Nesta carta o interessado deverá se comprometer a desenvolver as atividades previstas no regulamento do programa dentro dos prazos regulares;
  2. Carta do Professor Coordenador do Núcleo manifestando concordância em receber o candidato, de acordo com modelo fornecido pela Secretaria do CEPEAD;
  3. Comprovação de recursos financeiros para realizar seu programa de pós-doutoramento;
  4. Ficha de inscrição conforme constante na Secretaria do CEPEAD;
  5. Carta de Concordância ou liberação formal de sua Instituição de origem comprometendo-se a apoiar o programa de pós-doutoramento;
  6. Projeto de pesquisa definido em conjunto com o professor responsável escolhido devendo constar os seguintes tópicos: Resumo, Introdução, Colocação do Problema e Justificativa, Objetivos, Metodologia, Bibliografia, Plano de trabalho durante sua permanência no programa de pós-doutorado, Cronograma de execução e Orçamento. Deverá ter no máximo 30 páginas em espaço 1,5, letra tipo Times New Roman tamanho 12;
  7. Diploma ou Certificado de Conclusão de Mestrado e Doutorado em Instituição reconhecida pelo MEC;
  8. Histórico escolar do Mestrado e Doutorado;
  9. Curriculum Vitae no formato Lattes;

Após o recebimento da Documentação dentro do prazo definido, a mesma será encaminhada a parecerista externo ao CEPEAD, para julgar o mérito e a relevância do projeto e do candidato, visando subsidiar decisão do Colegiado. Em um prazo máximo
de trinta dias após a emissão de parecer o Colegiado do CEPEAD se reunirá para discutir e deliberar sobre a candidatura. Após esta etapa, o candidato será notificado sobre a decisão tomada.

Resolução No 01/2017 – Seleção de candidatos (as) à Residência Pós-Doutoral no Centro de Pós-Graduação e Pesquisas em Administração da Universidade Federal de Minas Gerais

 

Resolução 01/2017 que regulamenta a seleção de candidatos (as) à Residência Pós-Doutoral no Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal de Minas Gerais

 

O COLEGIADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISAS EM ADMINISTRAÇÃO da Universidade Federal de Minas Gerais, em consonância com a Resolução n. 02/2017, de 23 de maio de 2017 do Conselho Universitário da Universidade Federal de Minas Gerais, que dispõe sobre as atividades de residência pós-doutoral na Universidade Federal de Minas Gerais e da Resolução Complementar n. 02/2017, de 04 de julho de 2017, do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão, que aprova as normas gerais de Pós-Graduação da UFMG, no uso de suas atribuições e visando orientar o processo de Seleção de candidatos (as) à Residência Pós-Doutoral em Administração da Universidade Federal de Minas Gerais,

 

RESOLVE:

 

Art. 1o – Definir que a Residência Pós-Doutoral em Administração consiste em programa de natureza acadêmica e científica voltado ao desenvolvimento de atividades de pesquisa em colaboração com um(a) Professor(a) Responsável, doravante denominado Supervisor(a) de Residência Pós-Doutoral em Administração, desenvolvidas junto ao Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal de Minas Gerais.

Art. 2o – São elegíveis para se candidatar à Residência Pós-Doutoral em Administração, qualquer pesquisador (a), portador(a) de título de doutor(a), que estará obrigado(a) a cumprir atividades de pesquisa associadas ao ensino presencial. O(a) pesquisador(a), doravante chamado(a) de Residente Pós-Doutoral deverá desenvolver atividades relacionadas às linhas de pesquisa e estará vinculado a um dos núcleos de pesquisa existentes.

  1. As atividades a serem desenvolvidas durante a Residência Pós-Doutoral em Administração serão definidas a partir de contato entre o(a) candidato(a) e o(a) Supervisor(a) de Residência Pós-Doutoral, devendo ser submetido ao Colegiado do Programa um projeto de pesquisa, um Plano de Trabalho, bem como os demais documentos exigidos para apresentação de sua candidatura.
  2. A Residência Pós-Doutoral em Administração obrigatoriamente deve incluir atividades acadêmicas de Ensino em cursos de Graduação e/ou de Pós-Graduação, e optativamente de Extensão, sempre sob supervisão de um(a) professor(a) do Programa, conforme definição do Plano de Trabalho.
  • As atividades da Residência Pós-Doutoral em Administração serão realizadas com recursos provenientes do(a) próprio(a) interessado(a), não devendo onerar em hipótese alguma o Programa. Cabe ao(à) interessado(a) obter auxílio financeiro junto aos órgãos de fomento à pesquisa ou à sua instituição de origem, se for o caso, estando reservado ao Programa, após anuência de seu Colegiado, apoiar as atividades da Residência Pós-Doutoral por meio da utilização de espaço físico atualmente disponibilizado aos Núcleos de Pesquisa.
  1. O Núcleo de Pesquisa deve, na medida do possível, disponibilizar recursos de infraestrutura física (sala de trabalho, equipamentos de computação, telefone etc.) e, eventualmente, de material.
  2. Para fazer jus à solicitação do Certificado de Conclusão da Residência Pós-Doutoral em Administração o(a) pesquisador(a) deverá apresentar o Relatório de Atividades e a comprovação de submissão de artigo a um periódico de impacto (Qualis B1 ou superior ou JCR).

Art. 3o – Os(As) candidatos(as) à Residência Pós-Doutoral em Administração do Programa de Pós-Graduação em Administração/UFMG devem seguir os seguintes procedimentos:

  1. Período de Inscrição: fluxo contínuo, de acordo com a disponibilidade e aprovação do Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Administração.
  2. Documentação Exigida do(a) candidato(a) que deverá ser entregue no ato de sua Inscrição, conforme definido no art. 2º da Resolução n. 02/2017, de 23 de maio de 2017, do Conselho Universitário da UFMG:
  3. a) Ficha de inscrição conforme modelo da Secretaria do CEPEAD.
  4. b) Diploma ou Certificado de Conclusão de Doutorado em Instituição reconhecida pelo MEC.
  5. c) Plano de trabalho durante a Residência Pós-Doutoral. Este plano deve obrigatoriamente apresentar propostas de atividade de Pesquisa associada ao Ensino (de Graduação e/ou de Pós-Graduação) e, optativamente de atividade de Pesquisa associada à Extensão, além de Cronograma de execução e Orçamento.
  6. d) Curriculum vitae gerado pela Plataforma Lattes do CNPq, ou, no caso de candidato(a) estrangeiro(a), currículo impresso.
  • Além desta documentação, o(a) candidato(a) deve apresentar:
  1. e) Carta ao Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Administração manifestando interesse em fazer Residência Pós-Doutoral em Administração indicando a linha de pesquisa e o núcleo de pesquisa no qual pretende atuar, e o(a) Supervisor(a) de Residência Pós-Doutoral. Nesta carta, o (a) interessado(a) deverá se comprometer a desenvolver as atividades previstas no regulamento do programa dentro dos prazos regulares.
  2. f) Carta do(a) Supervisor(a) de Residência Pós-Doutoral manifestando concordância em receber o(a) candidato(a), de acordo com modelo fornecido pela Secretaria do CEPEAD, atendendo ao art. 2º da Resolução n. 02/2017, de 23/05/2017 do Conselho Universitário.
  3. g) Declaração formal do(a) candidato(a) de que não haverá nenhuma forma de oneração do Programa de Pós-Graduação em Administração durante o período de sua Residência Pós-Doutoral, conforme modelo da Secretaria do CEPEAD.
  4. h) Carta de Concordância e liberação formal de sua Instituição de origem se comprometendo a apoiar a Residência Pós-Doutoral em Administração, quando for o caso. Caso o(a) candidato(a) não esteja vinculado(a) a nenhuma instituição no período da candidatura, mas venha a se vincular durante o período de Residência Pós-Doutoral, a carta de concordância e a liberação formal também devem ser apresentadas ao Colegiado.
  5. i) Projeto de pesquisa, definido em conjunto com o(a) Supervisor(a) de Residência Pós-Doutoral, devendo constar o seguinte conteúdo: Resumo, Introdução, Problema de pesquisa e Justificativa, Objetivos, Metodologia, Bibliografia. O projeto de pesquisa deverá ter entre 20 e 30 páginas em espaço 1,5, letra tipo Times New Roman tamanho 12;

Parágrafo Único – Após o recebimento da Documentação completa, ela será encaminhada a um(a) parecerista para julgar o atendimento dos critérios definidos no Art. 2º da Resolução n. 02/2017, de 23/05/2017 do Conselho Universitário da UFMG. Em um prazo máximo de trinta dias após a emissão de parecer, o Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Administração se reunirá para discutir e deliberar sobre a candidatura. Após esta etapa, o candidato será notificado sobre a decisão tomada.

Art. 4o – A Residência Pós-Doutoral em Administração do Programa de Pós-Graduação em Administração/UFMG deverá ser conduzida em estrita consonância com as atividades dos núcleos de pesquisa e das linhas de pesquisa existentes e atendendo às Normas Gerais de Pós-Graduação da UFMG, Resolução Complementar n. 02/2017, de 04/07/2017 do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão, à Resolução n. 02/2017, de 23/05/2017 do Conselho Universitário da UFMG, ao Regulamento do CEPEAD e às Diretrizes Gerais da Residência Pós-Doutoral em Administração do Programa de Pós-Graduação em Administração da Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Minas Gerais.

Art. 5o – Conforme o art. 4º da Resolução n. 02/2017, 23/05/2017 do Conselho Universitário   da UFMG, a duração do programa é de três a doze meses, podendo haver prorrogação por períodos de até doze meses a critério do Colegiado do Programa. Em caso de prorrogação, a renovação da matrícula na Residência Pós-Doutoral em Administração está condicionada à aprovação, pelo(a) Supervisor(a) de Residência Pós-Doutoral em Administração e pelo Colegiado do Programa, do relatório parcial de atividades, bem como do Plano de Trabalho para o novo período solicitado.

Art. 6o –  Os(As) Supervisores(as) de Residência Pós-Doutoral deverão ser professores credenciados no Programa de Pós-Graduação em Administração e serão responsáveis pela supervisão da execução das atividades previstas nos projetos de pesquisa e planos de trabalho dos Residentes Pós-Doutorais, devendo emitir parecer sobre o seu relatório final.

Art. 7o – Os(As) Residentes Pós-Doutorais têm um prazo de trinta dias após o término do programa para apresentarem o relatório final fundamentado da Residência Pós-Doutoral ao Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Administração. Este relatório deve incluir, além dos resultados da pesquisa, as atividades realizadas e a produção intelectual no período. Este documento será apreciado pelo(a) Supervisor(a) de Residência Pós-Doutoral em Administração, que emitirá um parecer. O Colegiado do Programa apreciará o parecer. Conforme o parágrafo único do Art. 8º da Resolução n. 02/2017, 23/05/2017 do Conselho Universitário  da UFMG, caso o relatório final não seja apresentado em até 60 dias, contados do término do período da Residência Pós-Doutoral em Administração, o(a) residente pós-doutoral será excluído do sistema acadêmico, não cabendo a emissão do certificado.

Art. 8o – O desenvolvimento da Residência não significará qualquer vínculo empregatício com a UFMG. Ao submeterem propostas para o programa, os(as) candidatos(as) aceitam desenvolver o trabalho de pesquisa em colaboração com o(a) Supervisor(a) de Residência Pós-Doutoral no âmbito dos núcleos de pesquisa e das linhas de pesquisa, de acordo com o Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Administração e as normas do Normas Gerais de Pós-Graduação da UFMG.

Art. 9o –  Toda publicação acadêmica ou científica que resultar da pesquisa desenvolvida nesse período deve necessariamente incluir o nome do Programa de Pós-Graduação em Administração e da UFMG, conforme o Art. 5º da Resolução n. 02/2017, 23/05/2017 do Conselho Universitário  da UFMG.

Art. 10o – Todas as atividades de pesquisa desenvolvidas durante a Residência Pós-Doutoral em Administração do Programa de Pós-Graduação em Administração /UFMG que resultarem em criação que requeira proteção intelectual deverão ser registradas na Coordenadoria de Transferência e Inovação Tecnológica – CTIT da Pró-Reitoria de Pesquisa, conforme o Art. 6º da Resolução n. 02/2017 do 23/05/2017 do Conselho Universitário  da UFMG.

Art. 11o – Esta resolução revoga disposições anteriores e entra em vigor nesta data.

 

Belo Horizonte, 31 de outubro de 2017.

 

Prof. Ricardo Silveira Martins

Coordenador do Centro de Pós-Graduação e Pesquisas em Administração

  

Aprovada pela Câmara de Pós-Graduação da Pró-Reitoria de Pós-Graduação

 em 14 de junho de 2018

O Pós-Doutorado em Administração do CEPEAD/UFMG consiste em Programa de natureza acadêmica e científica desenvolvida junto ao Centro de Pós-Graduação em Pesquisas em Administração da UFMG. Trata-se de programa inovador que procura aliar as linhas de pesquisa orientadoras da formação existente às atividades do núcleos de pesquisa consolidados que atuam em consonância às diretrizes co Colegiado do CEPEAD.

Deverá ser desenvolvido por pesquisador, com titulação mínima de doutor, vinculado a instituição de ensino superior no Brasil ou exterior, que estará obrigado a cumprir programa de atividades em tempo integral junto ao CEPEAD. O pesquisador deverá
desenvolver atividades relacionadas às linhas de pesquisa desenvolvidas e estará sob os cuidados de um dos núcleos de pesquisa existentes. Ao final de sua permanência deverá ser capaz de gerar relatório de atividades e/ou livro para publicação.

As atividades de pós-doutoramento serão realizadas com recursos provenientes do próprio interessado, não devendo onerar em hipótese alguma o CEPEAD. Cabe ao interessado captar auxílio financeiro junto aos órgãos de fomento à pesquisa ou à sua
instituição de origem, estando reservado ao CEPEAD, após anuência de seu Colegiado, apoiar sua permanência através da utilização de espaço físico atualmente disponibilizado aos Núcleos de Pesquisa. Neste caso, o professor responsável pelo Núcleo de Pesquisa deve, na medida do possível, disponibilizar recursos de infraestrutura física (sala de trabalho, equipamentos de computação, telefone etc.) e eventualmente de material. As atividades serão definidas a partir de contato entre o candidato e o professor responsável que atue em Núcleo de Pesquisa consolidado, devendo ser submetido ao Colegiado do CEPEAD projeto de pesquisa e demais documentos exigidos para apresentação de sua candidatura.